Copa São Paulo é aberta para todo Brasil e terá a categoria Grand Máster

Copa São Paulo é aberta para todo Brasil e terá a categoria Grand Máster

Criada em 2006 por Alessandro Puglia, coordenador técnico da Federação Paulista de Judô e instituída por Francisco de Carvalho Filho, presidente da entidade, a Copa São Paulo de judô está em sua sétima edição e é considerada a maior competição do país. A partir desse ano será aberta para os judocas do Brasil e deverá bater todos os recordes na participação de atletas e associações.  Outra notícia que está sendo muito comentada e comemorada pelos judocas mais experientes é a inclusão da categoria Grand Máster na Copa São Paulo de Judô.
Tida por alguns como a pré-temporada do judô paulista e vista por muitos como um evento decisivo, a Copa São Paulo classifica os campeões do estado de São Paulo para o Campeonato Brasileiro Regional, o que dá ao certame maior glamour e importância.
Recorde absoluto
Na edição de 2011 que aconteceu no Ginásio Municipal de Esportes da Praia Grande, foram inscritos 1772 judocas vindos de 264 associações do estado. A previsão dos dirigentes é receber este ano cerca de 3000 atletas. Para Francisco de Carvalho a escolha da arena é de fundamental importância. “Quando idealizamos a Copa São Paulo não imaginávamos que a competição atingisse os números que alcançou. E quando pensamos um evento com a participação de 3000 atletas nossa primeira preocupação é com a arena, pois se não tivermos um espaço suficiente grande não fazemos a competição nem em uma semana”.
O dirigente prevê a participação de 1000 atletas vindos de outros estados. “Os judocas paulistas disputarão medalhas e as vagas para o Brasileiro Regional, já os atletas de fora disputarão medalhas e estarão lutando com a elite do Brasil, visando à preparação para o Campeonato Brasileiro Regional de todas as regiões que acontecerão logo a seguir. Todo e qualquer judoca que pretenda estar no circuito nacional desse ano terá na Copa São Paulo uma grande oportunidade para medir forças com os melhores de suas categorias, e todos serão muito bem-vindos. Faremos de tudo para proporcionar uma excelente estada aos judocas de todo país, pois tradicionalmente São Paulo recebe a todos muito bem”, disse Francisco de Carvalho. 
Mundial Máster no Brasil trará principais atletas da categoria para São Paulo
Para Alessandro Puglia a inclusão do Grand Máster deverá causar grande aumento de atletas inscritos. “A maior reclamação que ouvimos dos atletas da categoria máster é sobre a falta de competições oficiais na grade de eventos de cada temporada, e foi justamente esta reclamação que fez com que incluíssemos os veteranos na Copa São Paulo. Certamente teremos mais de 600 atletas másteres disputando medalhas”.

Segundo Puglia a realização do Mundial Máster no Brasil trará muitos atletas do Brasil para São Paulo. “Todos os judocas que participarão do Mundial Máster que acontecerá esse ano em Salvador (BA), terão que se preparar desde o início da temporada. Não há tempo a perder, pois o calendário brasileiro não prevê competições máster no primeiro semestre, e certamente a Copa São Paulo será a pré-temporada desta categoria”.

Para o vice-presidente paulista a qualidade da organização das disputas do máster é o grande desafio. “Quando decidimos incluir o máster na Copa São Paulo sabíamos do desafio e da importância que esta categoria demanda. As entidades de administração têm negligenciado com o máster e nós da FPJ queremos dar o exemplo. Vamos realizar uma grande competição e vamos criar um novo conceito de gestão do judô máster”, finalizou Puglia.   
Imprensa FPJ
Fotos: Revista Budô
Compartilhar no Google Plus

About Ajuxx - Judô XiqueXique

0 comentários:

Postar um comentário