Número 1 do ranking, Mayra Aguiar revela: 'Essa posição não é por acaso'


Ela tem apenas 20 anos, mas já vai para a segunda Olimpíada, tem duas medalhas em mundiais e acaba de se tornar a primeira judoca brasileira a chegar à liderança do ranking da Federação Internacional de Judô (FIJ). Ao ganhar o Masters do Cazaquistão em janeiro e o Grand Slam de Paris em fevereiro, Mayra Aguiar derrotou suas adversárias diretas e agora é a número 1 da categoria meio-pesado (-78kg).
A gaúcha garante que tudo isso não é por acaso, é fruto de muito trabalho com seus técnicos e companheiros de treino e ainda revela que sempre sonhou com esse momento.
- Eu sempre sonhei em chegar na primeira posição no ranking. Era um objetivo e acho que todas as meninas vão se motivar. É bom para todo mundo, pois prova que é possível. O judô feminino do Brasil cresceu bastante nos últimos anos, mas é preciso treinar duro para chegar à medalha olímpica. Essa posição não é por acaso. É fruto de muito trabalho e de muita gente. Fico orgulhosa e muito satisfeita, mas a primeira posição no ranking não vai abalar a nossa forma de trabalhar, sempre com muito empenho, dedicação e seriedade - disse Mayra Aguiar.
Com 1.730 pontos, Mayra pulou da terceira para a primeira colocação no ranking mundial, deixando para trás a japonesa Akari Ogata (1.610) e a francesa Audrey Tcheumeo (1.470). O feito da gaúcha rendeu elogios de Paulo Wanderley Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Judô.
- O fato de a Mayra ser a primeira do mundo é resultado do empenho e dedicação aos treinamentos, da orientação dos treinadores, do apoio do clube, dos familiares e, principalmente, da Federação Gaúcha de Judô. É algo que nos enche de esperanças para as Olimpíadas de Londres 2012. A Mayra mostrou, mais uma vez, que é uma atleta diferenciada - disse.
Outros brasileiros também se destacam no ranking, criado pela FIJ em 2009 e que é a principal forma de classificação para as Olimpíadas de Londres. Leandro Guilheiro é vice-líder dos meio-médios (-81kg); Rafael Silva aparece em quarto lugar entre os pesados (+100kg); Sarah Menezes (-48kg) ocupa a terceira colocação; e Rafaela Silva (-57kg) está em quarto.

0 Comentários