Seleção masculina treina em São Paulo


Parte da seleção masculina de judô está em São Paulo participando de um treinamento e concentração. O técnico de judô de solo (Ne Waza) da Confederação Brasileira de Judô, Flávio Canto, deu início nesta terça-feira ao trabalho com os atletas da categoria até 81kg, 90kg, 100kg e +100kg. Nas últimas duas semanas o medalhista olímpico treinou os atletas do masculino nos pesos 60kg até 73kg e toda a equipe feminina.
Para o técnico da seleção brasileira de judô, Luiz Shinohara, Flávio tem feito em bom trabalho na nova função.
“A seleção é formada por judocas do mais alto nível e o Flávio vem para fazer pequenos ajustes, respeitando a peculiaridade de cada atleta”, diz Luiz Shinohara.
Flávio Canto afirma que treinar atletas do nível de Leandro Guilheiro, Tiago Camilo e Luciano Corrêa, todos consagrados internacionalmente, facilita.
“O objetivo é dissecar o movimento em várias etapas e aprender a dominar o adversário numa posição fixa que te leve ao sucesso na luta”, conta Flávio.
O judoca, que desde 2000 atua também como treinador no Instituto Reação, quer que os atletas da seleção tenham a mesma fluidez no solo que têm na luta em pé.
“O fato de nos conhecermos a tantos anos facilita muito. Trabalhar com um grupo tão top é gratificante e, fazer a diferença, é um desafio. Meu sonho é ver o Brasil reconhecido como a melhor escola do mundo no judô de solo”, afirma Canto.
O campeão mundial e medalhista olímpico Tiago Camilo, 90kg, foi dispensado dos treinos com a seleção em São Paulo. O judoca, que se recupera de uma lesão ligamentar no ombro direito, realiza boa parte das atividades sem restrição, porém, por conta do alto grau de exigência do Ne Waza, Camilo e a comissão técnica optaram em manter a rotina de fisioterapia e treinos realizada nas últimas semanas.

0 Comentários