Bicampeão Olímpico vai para a cadeia.


O judoca bicampeão olímpico Masato Uchishiba, 34 anos, foi condenado a cinco anos de prisão após ser julgado culpado da acusação de ter abusado sexualmente de uma aluna menor de idade, em 2011. Uchishiba conquistou o ouro nas Olimpíadas de Atenas 2004 e Pequim 2008, na categoria até 66 kg.
O japonês foi acusado de ter tido relações sexuais com a menor em um hotel de Tóquio, enquanto a garota estava embriagada e inconsciente. Uchishiba havia se declarado inocente e, na defesa do caso, afirmou que a relação foi consensual.
A garota era treinada por Uchishiba na equipe de judô da Universidade de Enfermagem e Serviços Sociais de Kyushu, no sul do Japão. O bicampeão olímpico treinava na universidade desde janeiro de 2011 – havia se aposentado do esporte em novembro de 2010.
Não é o primeiro escândalo no judô japonês nesta semana. O técnico da seleção feminina do Japão, Ryuji Sonoda, foi acusado por atletas de agredi-las com espadas de bambu durante os treinos.
O presidente da Federação de Judô, Koshi Onozawa, assegurou que Sonoda e outros treinadores admitiram os fatos e foram advertidos pela entidade. Porém, ninguém foi suspenso. Sonoda declarou que irá pedir demissão.
Compartilhar no Google Plus

About Ajuxx - Judô XiqueXique

0 comentários:

Postar um comentário