Eleudis Valemtim é prata na Áustria.


Eleudis Valemtim é prata no European Open de Obewart (AUT)


A delegação brasileira teve que se dividir após o Grand Slam de Paris. Os homens seguiram para a Hungria e as mulheres para a Áustria para a disputa dos Opens de Budapeste e Obewart, respectivamente. E as conquistas se multiplicaram. Neste sábado, Eleudis Valemtim (52kg) conquistou uma prata e Ketleyn Quadros (57kg) e Bruno Mendonça (73kg) um bronze cada um. 

O sistema de disputa das Copas Européias segue o esquema de chaves. O vencedor de cada uma das quatro chaves avança para a semifinal geral. Os perdedores das decisões de grupos vão para a repescagem e enfrentam os que não foram à decisão. 

Desse jeito, para chegar à prata, Eleudis Valemtim passou pela húngara Patricia Toth por ippon e depois por Gulbadam Babamuratova do Turcomenistão por um yuko. Na semifinal geral, derrotou a mongol Baterdene Baljinnyam também por um yuko mas na decisão acabou derrotada por Urantsetseg Munkhbat, carrasca de Sarah Menezes na luta pelo bronze no Grand Slam de Paris, e ficou com a prata.

Já Ketleyn Quadros bateu na estréia a atleta do Turcomenistão Jennet Geldibayeva por ippon e em seguida a sul-coreana Ju Min Kim por wazari. Na decisão da chave, foi derrotada pela austríaca Sabrina Filzmoser por ippon. Na repescagem, bateu a britânica Nekoda Davis por ippon e na decisão do bronze venceu a canadense Joliane Melancon também por ippon.

Em Budapeste, Bruno Mendonça passou pelo português André Alves no desempate e depois pelo sérvio Nemanja Petrovic  com um ippon mas perdeu na final da chave para o sul-coreano Man-Gui Bang por ippon depois de ter saído ganhando com um wazari. Na repescagem, derrotou o norte-americano Nicholas Delpopolo também por ippon e na decisão do bronze bateu Odbayar Ganbaatar da Mongólia.

Os primos Charles e Gabriela Chibana também competiram neste sábado mas não chegaram à disputa por medalhas. 

Neste domingo, Claudirene Cezar (+78kg) é a representante brasileira em Oberwart; e Nacif Elias (90kg) e Renan Nunes (+100kg) em Budapeste. Victor Penalber sentiu dores nas costas e não vai competir.

Todas as chaves podem ser vistas e as lutas acompanhadas ao vivo no site www.ippon.org. 


Autor: Assessoria de Imprensa 

0 Comentários