Judô tem premiados no Prêmio Brasil Olímpico

Judô tem três premiados no Prêmio Brasil Olímpico

Mayra Aguiar, Layana Colman e Francisco Perceu Lima receberam homenagens na noite de gala do esporte brasileiro.

O judô foi um dos grandes vencedores do Prêmio Brasil Olímpico, organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil, realizado nesta terça-feira, 16 de dezembro, no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro. O esporte recebeu três homenagens: Mayra Aguiar (Sogipa/RS), campeã mundial em 2014, foi eleita a melhor judoca do ano; Layana Colman (Judô Clube Rocha/MS), ouro no individual e prata por equipes mistas nos Jogos Olímpicos da Juventude, recebeu um troféu pelas medalhas; e Francisco Perceu Lima (Acopajam/AM), campeão dos pesados nos Jogos Escolares da Juventude 15 a 17 anos, foi eleito o melhor atleta da competição. Várias personalidades do judô acompanharam a premiação como o presidente Paulo Wanderley Teixeira; o gestor técnico de alto rendimento Ney Wilson; o bicampeão mundial e deputado federal João Derly; as técnicas Rosicleia Campos e Danusa Shira, o vice-presidente de esportes da Sogipa Alexandre Algeri, atletas como Marcelo Contini e Bárbara Timo, dentre outros.

Os prêmios de “Atleta da Torcida” e “Atleta do Ano” no feminino, os quais Mayra Aguiar também disputou, foram para Flávia Saraiva (ginástica artística) e para a dupla Martine Grael e Kahena Kunze (vela). Arthur Zanetti foi eleito mais uma vez o melhor do ano entre os homens. O Prêmio Brasil Olímpico fechou com chave de ouro o ano do esporte brasileiro. Além de atletas e ex-atletas olímpicos de diversas modalidades, estiveram presentes à cerimônia o presidente do COB e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; o ministro do esporte, Aldo Rebelo; o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão; a vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional e presidente da comissão de coordenação do Rio 2016, Nawal El Moutawakel; presidentes de Confederações Brasileiras Olímpicas, entre outras personalidades.

“O Prêmio Brasil Olímpico vem destacar a excepcional campanha dos atletas brasileiros esse ano. Estamos construindo uma história de grandes resultados em conjunto com as Confederações Brasileiras Olímpicas e com o Ministério do Esporte. Hoje, nesta cerimônia, estamos celebrando a evolução do esporte brasileiro”, disse Carlos Arthur Nuzman.

Um dos momentos mais emocionantes do Prêmio Brasil Olímpico 2014 foi a entrega do prêmio Atleta da Torcida. O anúncio da vitória de Flávia Saraiva foi feito pela ex-ginasta Lais Souza, de volta ao Brasil após quase um ano de tratamento de lesão na coluna em Miami, nos Estados Unidos. Lais foi aplaudida de pé por todos os presentes ao Municipal.

“Obrigada a todos. Estou muito emocionada por estar presente a esta noite especial. Quero agradecer a todos os que estão me ajudando e a todos os que rezaram por mim durante todo este tempo. É muito bom estar de volta ao Brasil”, disse Lais.

A 16ª edição do Prêmio Brasil Olímpico homenageou ainda o maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima com o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, por representar os valores éticos, esportivos e morais que marcaram a trajetória de Adhemar. Também receberam prêmios os melhores treinadores do ano, Morten Soubak (handebol) e Jesus Morlán (canoagem velocidade), e os Melhores Atletas dos Jogos Escolares da Juventude.

Foto: Reprodução/Facebook

0 Comentários