Brasil termina Grand Prix sem medalha.

Eduardo Bettoni (90kg) e Rafael Buzacarini (100kg) encerram participação do país, representado por jovens atletas liderados pelo experiente Leandro Guilheiro


O Brasil terminou o Grand Prix de Zagreb, na Croácia, sem medalha. Neste domingo, as últimas esperanças da equipe reserva do país eram Eduardo Bettoni (90kg) e Rafael Buzacarini (100kg). O primeiro chegou a vencer uma luta, e o segundo foi eliminado na estreia. Na equipe de dez jovens judocas liderada pelo experiente Leandro Guilheiro, o melhor desempenho foi de Phelipe Pelim (60kg), que alcançou o quinto lugar na sexta-feira.   

No último dia de disputas, Bettoni superou o israelense Li Kochman na estreia depois de levar o adversário a sofrer quatro punições e ser eliminado. Na luta seguinte, caiu diante do experiente holandês Guillaume Elmont, campeão do mundo no Cairo em 2005, e acabou perdendo na diferença das punições (3-2). O meio-pesado Rafael Buzacarini caiu logo na primeira luta para o ippon do austríaco Christoph Kronberger. Ele vinha de bons resultados neste ano, como o ouro no Aberto Pan-americano de Santiago e a prata no Aberto Europeu de Varsóvia.  

No próximo fim de semana o Brasil disputa o Grand Slam de Baku, no Azerbaijão. Quatro judocas que estiveram em Zagreb vão fazer parte da equipe: Nathália Brígida (48kg), Marcelo Contini (73kg), Rafael Buzacarini (100kg) e Leandro Guilheiro (81kg). Eles vão se juntar a Sarah Menezes (48kg), Érika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Bárbara Timo (70kg), Samanta Soares (78kg) e Rochele Nunes (+78kg).

fonte: 

0 Comentários