Brasileiro Sub-23 - 2015.

  Neste final de semana o Centro Pan-Americano de Judô (CPJ) sediou o Campeonato Brasileiro Sub-23, que contou com a participação de 265 atletas, das 26 delegações brasileiras. A cerimônia de abertura contou com a presença das autoridades: Luiz Gonzaga Filho, presidente da Federação Metropolitana de Judô, Durval Américo Machado, presidente da Federação Sergipana de Judô, Jaciano Delmiro, presidente da Federação Pernambucana de Judô, Marcelo Ornelas, presidente da Federação Baiana de Judô, Marcelo França, vice-presidente da CBJ e o Secretário de Esportes de Lauro de Freitas, João José Bonfim.

No primeiro dia de competição foram disputados pódios para as categorias super ligeiro, ligeiro, meio-leve, leve, meio-médio e médio, pontualmente ás 09h30.  No segundo dia, domingo, foi a vez das categorias meio-pesado e pesado. A Bahia conquistou seu melhor resultado em campeonatos brasileiros com uma medalha de Bronze e quatro atletas em quinto lugar.
“Foram praticamente cinco atletas baianos entre os cinco melhores do país. Isso demonstra um crescimento no judô baiano. Acredito que a tendência agora é crescer ainda mais. Principalmente pensando que em 2016 teremos mais eventos nacionais e treinamentos de campo no CPJ, isso já vai agregar valores ao judô baiano. Além de ser uma melhor forma da gente conseguir melhores resultados”, comentou o Presidente da Federação Baiana de Judô, Marcelo Ornelas.
Mayara Oliveira
Foto: Lara Monsores (CBJ)
Mayara Oliveira venceu catarinense Carolina Leite na disputa pela medalha de bronze. “Em nenhum momento achei que não seria capaz, eu vim confiante e queria medalhar. Faltou estudar mais a adversária, que também possui um nível técnico muito alto”, afirmou. Sobre disputar uma medalha em casa Mayara não pensa duas vezes e afirma: “Me sinto realmente em casa lutando aqui e não fico mais ansiosa como ficava antes, porque sei que a torcida está do meu lado. Tem quatro meses que eu venho fazendo uma preparação específica para essa competição junto com meu técnico, Maicon França, e é para ele que eu dedico essa medalha. Queria que fosse o ouro mas estou feliz com o bronze também", comemorou a judoca do Esporte Clube Vitória, que já se prepara para os jogos universitários.

Paulo Cruz
Foto: Lara Monsores (CBJ) 

Na categoria Meio Leve (66KG) masculino, o atleta Paulo Cruz ficou em quinto após ser derrotado na disputa do bronze pelo mineiro Ricardo Santos Jr. Paulo recebeu quatro punições nas quartas de final culminando em sua eliminação. “Eu não conseguia encaixar o meu judô. Faltou mudar a estrategia na hora da luta”, explicou o judoca, que chegou a pensar em desistir de lutar na repescagem. “Eu não queria o terceiro lugar, eu treinei para conquistar o ouro, estava preparado”, garante o atleta. Após uma conversa com o seu técnico, Maicon França, decidiu continuar e venceu o piauiense Williame Oliveira, em aproximadamente 22 segundos. “Eu entrei quase chorando naquela luta e lutei muito bem, ganhei em 20 segundos. Eu queria era estar em primeiro. Na disputa pelo terceiro eu me motivei não pela medalha, mas, porque ia disputar com o segundo melhor da minha categoria”, afirma o atleta, que teve uma luta bem equilibrada, entretanto não foi o suficiente para chegar ao pódio.

A classe sub-23 é formada por atletas com idades até 23 anos. Alguns deles tem apenas 18 anos. “Eles são atletas jovens. Na verdade, são atletas que ainda tem alguns anos para disputar essa classe, a maioria deles tem dois ou três anos e com chances de mais medalhas”, esclareceu Marcelo Ornelas.
Confira o resultado completo:
Masculino
Super Ligeiro (55kg):
1º Jonathan Freitas (SP)
2º Marco Feitosa (DF)
3º Mayons Brito (TO)
3º Cândido Teixeira (AM)
Ligeiro (60kg):
1º Douglas Sena (SP)
2º Victor Kaminari (SC)
3º Gabriel Silva (MG)
3º Alexandre Santos (DF)
Meio-leve (66kg)
1º Lucas Bernardo (SP)
2º Gabriel Pinheiro (PE)
3º Ricardo Santos Jr (MG)
3º Welington Rezende (MT)
Leve (73kg)
1º Thelmo Gomes (RJ)
2º João Sobrinho (PI)
3º Luis Nogueira Filho (PA)
3º Fernando Ramos (MG)
Meio-médio (81kg)
1º Ricardo Serrão (MG)
2º Edu Lowgan (SE)
3º Iuri Rocha (SP)
3º Matheus Assis (PR)
Médio (90kg)
1º André Humberto (MG)
2º Ruan Barros (MT)
3º Gabriel Oliveira (SP)
3º Romario Silva (SC)
Meio-pesado (100kg)
1º Lucas Brito (DF)
2º Gabriel Amaral (SC)
3º Caio Melo (SP)
3º Tiago Souza (MG)
Pesado (+100kg)
1º Hugo Praxedes (SP)
2º Vitor Cruz (SE)
3º Agner Quintanilha (MT)
3º Geraldo Costa (PA)
Feminino
Super Ligeiro (44kg):
1º Natasha Ferreira (PR)
2º Amanda Lima (PE)
3º Amanda Arraes (RO)
3º Sara Sousa (DF)
Ligeiro (48kg):
1º Bianca Lara (SP)
2º Brenda Gonçalves (RJ)
3º Jennifer Nunes (RS)
3º Lilian Lopes (PI)
Meio-médio (63kg)
1º Danielle Karla Oliveira (RJ)
2º Thayane Santos (DF)
3º Yanka Pascoalino (SP)
3º Erika Ferreira (CE)
Médio (70kg)
1º Bruna Silva (RS)
2º Aghata Pascoalino (SP)
3º Gabrielle Gonçalves (RJ)
3º Ennilara Silva (TO)
Meio-pesado (78kg)
1º Isadora Pereira (MG)
2º Beatriz Oliveira (SP)
3º Ana Camargo (PR)
3º Gabrielle de Melo (RJ)
Pesado (+78kg)
1º Priscila Souza (MT)
2º Letícia Santos (PR)
3º Rebeca Miranda (MS)
3º Agatha Silva (SP)
QUADRO DE MEDALHAS POR ENTIDADE
1º SÃO PAULO 5 – 13 medalhas
2º RIO DE JANEIRO – 6 medalhas (supera Minas Gerais na quantidade de medalhas de ouro)
3º MINAS GERAIS – 8 medalhas
4º DISTRITO FEDERAL – 5 medalhas
5º MATO GROSSO – 4 medalhas

16º BAHIA – 1 medalha
Compartilhar no Google Plus

About Ajuxx - Judô XiqueXique

0 comentários:

Postar um comentário