Sarah Menezes é bronze

Sarah Menezes é bronze no Grand Slam de Tóquio

Felipe Kitadai (60kg) e Rafaela Silva (57kg) também chegam às disputas por medalhas. Disputas seguem na noite desta sexta-feira com Maria Portela (70kg) e Rafael Macedo (81kg).


O Brasil começou bem o Grand Slam de Tóquio e esteve em três disputas por medalhas no Ginásio Metropolitano da capital japonesa. Sarah Menezes (48kg) venceu a espanhola Julia Figueroa e ficou com o bronze no ligeiro. Felipe Kitadai (60kg) e Rafaela Silva (57kg) também lutaram pelo bronze mas foram derrotados pelo japonês Toru Shishime e pela mongol Sumiya Dorjsuren, respectivamente, e ficaram na quinta colocação. Já na noite desta sexta-feira, a partir das 22h30, o Brasil volta aos tatames japoneses com Maria Portela (70kg) e Rafael Macedo (81kg).

Para chegar ao bronze, Sarah Menezes (48kg) mostrou estar em boa forma. A piauiense venceu Terry Susanti, da Indonésia, na estreia por ippon e na sequencia teve a cabeça de chave número um, a mongol Urantsetseg Munkhbat. A campeã olímpica não deu chances à adversária e venceu por ippon com menos de um minuto e meio de luta, avançando para as semifinais. Contra a japonesa Haruna Asami, bicampeã mundial e prata no Mundial Astana 2015, a brasileira marcou um waza-ari mas num descuido acabou sendo projetada pela japonesa também por waza-ari e, como havia sido punida duas vezes, foi para a disputa do bronze contra Julia Figueiroa (SPA), número seis do mundo. Na luta decisiva, Sarah foi dominante e conseguiu um waza-ari e depois o ippon contra a espanhola para se garantir no pódio do Grand Slam de Tóquio, um grande resultado para encerrar o ano.

"Estou muito feliz pela maneira como encarei a competição. Terminar o ano com uma medalha e ganhando de atletas duras foi maravilhoso. Estou cada vez mais confiante em mim mesma", disse Sarah. "A derrota na semifinal foi por apenas um descuido. Vou continuar trabalhando meu lado psicológico porque sei que poderia ter ido até mais longe na competição", concluiu a campeã olímpica.

Na mesma categoria, Nathália Brigida (48kg) também fez uma boa campanha. Começou derrotando a francesa Laetitia Payet, número 27 do mundo, e a romena Monica Ungureanu, número 12 do mundo, na diferença de punições. Nas quartas-de-final, enfrentou a campeã mundial de 2014, a japonesa Ami Kondo, e acabou sendo derrotada por ippon. Na repescagem, sofreu uma punição contra a espanhola Julia Figueiroa e ficou fora da disputa por medalhas.

No ligeiro masculino, o Brasil também esteve na disputa de medalhas. Felipe Kitadai enfrentou o japonês Toru Shishime na disputa de bronze, saiu na frente com uma punição mas acabou sofrendo o ippon no finalzinho da luta e ficou na quinta colocação. Antes, havia vencido o austríaco Ludwig Paischer por ippon e o cazaque Aibek Imashev por yuko antes da derrota nas quartas-de-final para o sul-coreano Won Jin Kim. Na repescagem, vitória sobre o mongol Amartuvshin Dashdavaa, número 9 do mundo, na diferença de punições que o qualificou para a disputa do bronze.

Na mesma categoria, Eric Takabatake venceu o francês Sofiane Milous por waza-ari e o mexicano Nabor Castillo por yuko mas parou nas oitavas-de-final ante o  russo Beslan Mudranov, que acabaria como vice-campeão do GS.

A última disputa de medalha brasileira no dia foi de Rafaela Silva (57kg). A carioca acabou sofrendo um yuko no começo da luta contra Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, e não conseguiu reverter o resultado, ficando na quinta colocação. Antes, havia vencido Cynthia Rahming, de Bahamas, numa luta em que a adversária foi desclassificada depois de sofrer quatro punições. Na sequencia, uma luta duríssima ante Kaori Matsumoto, atual campeã mundial. E a brasileira foi muito bem já que com menos de dois minutos de luta conseguiu o ippon, avançando para as quartas-de-final. Contra a francesa Helene Receveaux, Rafaela lutou bem, conseguiu um waza-ari mas acabou derrotada no critério de desempate. Na repescagem, ippon sobre a cubana Aliuska Ojeda com pouco mais de um minuto de luta.

Nesta sexta, o Brasil terá dois judocas em ação no Japão. Maria Portela (70kg) estreia contra Lynn Mossong, de Luxemburgo, e Rafael Macedo (81kg) pega o japonês Keita Nagashima em sua primeira luta na competição. O bloco inicial começa a ser disputado às 22h30 desta sexta, 04/12, e o final a partir das 5h de sábado, ambos no horário de Brasília. As súmulas do primeiro dia de disputas e as chaves do segundo dia podem ser conferidas nos arquivos ao final do texto.

fonte: cbj.com.br

Compartilhar no Google Plus

About Ajuxx - Judô XiqueXique

0 comentários:

Postar um comentário