Programa de refugiados da FIJ.

O programa de refugiados iniciado pela FIJ na África do Sul há vários meses e liderado pelo Sensei Roberto Orlando (ITA - selecionado dos alunos da Academia IJF, nível 2) está em pleno andamento. À medida que o final do ano se aproxima, chegou a hora de Roberto Orlando desenhar uma lista exaustiva das incríveis conquistas que foram feitas nas últimas semanas.

Principais atividades Em novembro, a sessão de treino de judô foi realizada em Mayfair, Rosettenville, Doornfontain e Hillbrow, bem como na Escola Holy Family, enquanto que, desde o ponto de vista administrativo, realizaram-se reuniões de coordenação com o ACNUR em Pretória e com o Cônsul italiano em Joanesburgo. Uma nova página do Facebook com todas as atividades agora está disponível on-line em CLIQUE AQUI
Os beneficiários do programador participaram de um torneio amigável em Roodepoort no dia 25 de novembro.
Realizações "Nas últimas semanas, temos atividades consolidadas nos 5 dojos de Mayfair, Holy Family, Doornfontein, Rosettenville e Hillbrow", explicou Roberto Orlando, antes de adicionar: "Como consequência, temos agora 2 dojos no centro de Joanesburgo (Doornfontain e Hillbrow), 1 dojo no Ocidente (Mayfair), 1 dojo no sul (Rosettenville) e a quantidade total de tatami do IJF estão agora em uso ".
Em Mayfair e Doornfontain, o atendimento aumentou constantemente ao longo do ano com uma média de 60 pessoas em Mayfair e 35 em Doornfontain estão regularmente presentes no tatami.
Nos novos 2 dojos de Rosettenville e Hillbrow, um bom atendimento e interesse já foram notados com e média de 15 crianças. A Outreach Foundation aproveitou o salão da Hillbrow e apoiou o projeto com a impressão e distribuição de 5.000 folhetos que anunciam as atividades.
Durante novembro, o Sr. Roberto Orlando entregou mais de 25 uniformes de judô em Mayfair e Doornfontain. Os equipamentos são dados contra o depósito de uma soma simbólica que é usada para manter o dojo e apoiar os assistentes de treinadores congoleses (Sr. Whynnock e Josias). Mas isso também está adaptado a todas as situações, explicou que o treinador como judogi pode ser entregue sem o depósito, quando crianças sem meios ou crianças que apresentaram atendimento regular e valores de judô (amizade, disciplina e respeito) são identificados: "O pagamento do depósito é uma medida necessária para garantir que os uniformes não sejam perdidos, além disso, o pagamento de um depósito garante que as pessoas que participam do dojo estejam totalmente comprometidas ".
Assistentes de treinadores O Sr. Orlando tem o prazer de dizer: "Josias e Whynock (cetim marrom), requerentes de asilo da República Democrática do Congo, se ofereceram para me ajudar na condução de atividades de judô em Joanesburgo. Eles estão muito ansiosos para aprender e é minha intenção treiná-los no processo de melhorar as habilidades de judo (faixa-preta e curso de instrutor). Ao longo dos últimos meses, deleguei-lhes algumas atividades menores para ajudá-las a assumir gradualmente mais responsabilidades. Ambos demonstraram uma boa capacidade de lidar com as crianças, habilidades organizacionais e conscientização cultural. Sua paixão pelo judô é autêntica e eles estão interessados ​​em buscar uma carreira de judô (para obter um cinturão negro da JSA e, possivelmente, juntar-se ao curso de Instrutor da Academia IJF) ".
Josias auxilia o treinador das atividades de judô em Doornfontein, Rosettenville e Holy Family, enquanto Whynnock o auxilia em Mayfair e Hillbrow.
O Judô da África do Sul é muito solidário e as discussões estão em processo para estudar a possibilidade de integrar os novos dojos no sistema sul-africano. Assim, os novos doos do Judo para o Mundo serão parte do sistema JSA e os jogadores serão gravados no Judo África do Sul. Eles também se beneficiarão de taxas reduzidas para participar de competições.
A JSA vem mostrando forte apoio ao Judo para o projeto Mundial durante o Dia Mundial do Judo (comida e presentes para os refugiados), competição Nelspruit (acomodação e comida para os refugiados), competição infantil em 25 de novembro (gratuitamente e medalhas ).
A competição da equipe infantil em Roodepoort no dia 25 de novembro viu 15 crianças do dojo de Doornfontein e Mayfair em competição com crianças do distrito de Joanesburgo.
Roberto Orlando também foi muito prazer em receber agora a revista Esprit du Judo da França, já que a empresa de edição concedeu uma cópia gratuita ao dojo francófono de Doornfontein.
Um encontro importante com o cônsul italiano em Joanesburgo ocorreu no dia 15 de novembro. O projeto foi elogiado e o cônsul prometeu ajudar o programa com captação de recursos - através de empresas e fundamentos italianos. Um folheto de angariação de fundos foi desenvolvido para este fim e compartilhado com o cônsul.
A nova localização para estender o programa está sendo estudada. Por exemplo, um pedido de disponibilidade de espaço no Yaoville Recreational Center foi feito. A área está localizada no centro de Joanesburgo, onde vivem as comunidades de refugiados congoleses e etíopes. Devido à popularidade do judô entre os refugiados congoleses, este local deve ser bem sucedido. Nos próximos meses, o Sr. Roberto Orlando continuará seu incrível trabalho e o intercâmbio de Judo entre dojos e treinamento conjunto em um dojo externo em Joanesburgo já estão planejados, bem como visitas a outras cidades sul-africanas e informaremos mais sobre este maravilhoso projeto em os próximos meses.
Compartilhar no Google Plus

About Ajuxx - Judô XiqueXique

0 comentários:

Postar um comentário